Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2007

"Two Candles"

Imagem
“Two candles”

Filmada em Itália por um realizador escocês, com o elenco mais internacional de sempre!
Esta é a emocionante estória de um toxicodependente que movido pelo amor aceita entrar num programa de reabilitação. Porém, quando regressa, encontra a namorada completamente perdida nesse mundo a que ele havia acabado de renunciar.
Tudo indefinido, dois finais possíveis: “two candles”.

Brevemente num cinema perto de si!!!

Legenda: Bastidores de uma das cenas, passada na casa do “drug dealer” (casa do Louis).
Da esquerda para a direita: Sandy, o realizador escocês; Dani, da Catalunha ( o toxicodependente); Alê, luso-brasileira com ascendência hispânico-germanica (a “crack whore”, namorada do traficante); Louis, o belga que fala “brasileiro” (o traficante);


É de referir que o meu papel neste filme foi apenas uma “participação especial” à qual assistiram mais pessoas do que eu teria desejado. Então não é que saio da casa de banho, incorporando visualmente o personagem, e dou de caras com a c…

Eu não gosto das ervilhas!

Imagem
Ter filhos quer dizer ter preocupações constantes. E por conseguinte, ter pais, quer dizer ter conselhos e advertências constantemente!

Antes de vir para Itália, a minha mãe alertou-me para o perigo do “homem italiano”, conquistador profissional! Tal aviso criou em mim elevadas expectativas, e agora, 4 meses depois, tudo o que me resta é frustração, é desilusão. Oh mãe enganaste-me! Oh mãe era isto que te preocupava? Oh mãe…
Os pais deviam saber que não se pode alimentar esperanças nas crianças desta maneira e depois romper com elas assim, em bruto modo.
Mas eu sei que a Maria Gabriela (mãe) estava bem intencionada. E foi com todas estas ideias em mente que quando li a palavra “cuidado” no último e-mail do ente materno, me preparei para um discurso sobre os jogadores de futebol. Pensei, “claro, leu no último post que íamos a uma festa de jogadores futebol e agora vai dizer-me para ter cuidado”.
Porém, desta vez quem se enganou fui eu!!!
Em vez de me advertir para os perigos de uma festa c…

"Siena!Siena!Siena!!!"

Imagem
Há sentidos que entram em nós e nos levam a viajar por aí… E escrevendo aqui e agora, ao som dos tambores das contradas, sei que é um desses sentidos que nos penetram, que ficam, e que um dia me vai trazer de volta a Siena….

Relativamente a termos mais concretos, o Siena fica! Kaká, Ibrahimovic, Totti, e outros que tal, vão todos regressar ao Artemi di Franchi na próxima época! A Robur garantiu hoje a permanência na Série A e a Piazza do Campo vai estar em festa (e nós vamos)! E eu, vou ver se os meus contactos no interior do plantel, com um jogador brasileiro claro está, me ajudam a conseguir uma camisa do Chiesa, e algumas fotos. A camisa é para mim, as fotos é a Alana que está toda entusiasmada. Afinal, já conhecemos os jogadores da “Mensana” (equipa de basket de Siena que está agora nos play offs do campeonato italiano) faltam-nos os de futebol! E depois seremos conhecidas mundialmente como “The 2 Als – players hunters”!
Mas enquanto não somos conhecidas e não temos lugares nas banc…

Os ponteiros podiam começar a andar para a esquerda...

Imagem
É escusado sofrer por antecipação. Mas já se descobriu, uns posts atrás, que há por aqui umas certas tendências masoquistas...

A Rachel, amiga da Alana, foi-se embora hoje. E quando nos estávamos todas a despedir dela, pensei como seria quando estivessemos a dizer o derradeiro adeus umas às outras. Creio pois, que vai haver inundações em Siena lá para o fim de Junho. Com a rapidez a que vivi estes 4 meses, o último que falta parece-me sempre que amanhã já acabou.
Mas falemos de coisas felizes! Ontem fizemos um jantar de despedida para a Rachel! Comemos muito e comemos pasta e bolo de chocolate e panquecas com nutella de sobremesa (depois o pessoal queixa-se que está mais gordo e põe as culpas na balança)!
No pós jantar fizemos uma pequena competição para eleger a "Miss London". Das duas candidatas ao título, Alana e Rachel, foi a Alana que se destacou a dizer buzz e a responder a mais perguntas correctas sobre Londres. Sendo depois imbatível a descobrir que personalidade ingles…

Em Siena só há 2 semáforos (e um deles não funciona)

Imagem
Esta vida é como um semáforo avariado. Indeciso. Imprevisível. Intermitente.

Quem andava ontem muito intermitente era o senhor São Pedro. Sol pela manhã, calor infernal à saída do exame (correu bem mas podia ter corrido melhor se eu me tivesse lembrado do nome da entidade italiana que faz o controlo da qualidade das empresas italianas, é a UNI a propósito, agora nunca mais me esqueço…). E de repente depois do almoço, ventos do norte, tempestade tropical, tambores nas nuvens. Cancelámos o barbeque depois de já termos comprado a carne. Algumas horas mais tarde, a chuva para. O barbeque volta a estar “on” e lá vamos às 6 da tarde para o Parque. Voltamos com cabelos a cheirar a fumo mas valeu a pena, pela comida e pelo convívio, como sempre! E depois de andar à chuva e de andar a fazer barbeques num espaço pseudo-campal, era uma vez o meu vestido branco, claro está! Ou então não, que claro era o que ele menos estava…
À noite o Milan foi campeão, como eu bem havia previsto, se bem se lembram…

Mati "Cumple"

Imagem
Todos nós temos temos um aniversário por ano. E por conseguinte, todos nós temos, 364 não aniversários! E assim, todos os dias são uma festa!

Ontem foi pois, um dos meus 364 não aniversários. E coincidência das coincidências, não era só eu a comemorar um não aniversário! Havia também a Ana, a Maria, a Vanessa, e a Julia! E depois, a destoar do conjunto, estava a Matilde, que fazia anos...
A Matilde veio acabada de chegar da "Viagem Erasmus". Aquela Viagem em que se encontram todos os Erasmus de Itália para 3 noites e 4 dias onde tudo acontece! Aquela viagem de que toda a gente está a falar. Aquela viagem a que eu não fui porque já não havia lugar e da qual não quero mais falar (nem ouvir)!
Falemos então do jantar de anos da Matilde cheio de surpresas! De entrada, oferecemos-lhe a Matuca (sim, conseguimos mante-la viva, missão cumprida)! Depois ,fomos-lhe oferecendo várias prendas ao longo do jantar e antes do bolo, já tinha todo um conjunto de praia! De sobremesa trouxemos en…

Banhos de Noite

Imagem
Noite: Essência feita de escuro com salpicos de luz. Espaço intermitente onde reluzem segredos do tempo. Carrossel de pirilampos. Mistérios escondidos nas fases da lua. Céu que revela tatuagem de profecia. Surpresas cadentes.
Magia!

E por tudo isto, a noite é o momento perfeito para ir numa excursão até às termas! Biquinis postos, calçado veraneio, malas com entusiasmo e toalhas de fora. Três Ibéricas a caminho da paragem do autocarro. O vento não se fazia sentir. O frio é psicológico. Não estava mais ninguém na paragem. “Ai que bom que era se encontrássemos uma festa de modelos” dizia a Maria (nitidamente a sonhadora deste trio). Não foram encontrados quaisquer vestígios de modelos mas pelo menos chegaram mais pessoas para apanhar o autocarro. Para surpresa geral, essas pessoas estavam dentro da linha da normalidade! Normais até de mais, diga-se de passagem. Não só éramos as únicas que não falavam em italiano como também éramos as únicas vestidas como quem vai para a praia ou para u…

"Matuca" la tartaruga

Imagem
La vita em Itália vai como vem, cada dia uma aventura, cada noite uma lua nova...

Ontem à noite fui ao jantar de fim de "corso" do Professor Boldrini. O "corso" em questão é "Comunizione Instituzionale" (aquele exame que eu não tive e depois tive 30). E o professor em questão é aquele senhor de um metro e 50 e poucos, que não gosta do Berlusconi e que diz palavrões sem parecer mal educado. São assim as pessoas que nos fazem crescer só de as ouvir falar!
Lá foi a turma toda e o professor, indivíduo de destaque no Jornalismo italiano, amigo de gente importante, vinha com uma daquelas pulseirinhas dos desejos, às cores. O meu olhar não conseguiu disfarçar o espanto e então o professor começou-me a explicar que tinha sido abordado por um indivíduo grande e preto que lhe queria vender uns livros e umas esculturas. E ele, para não parecer racista, deu-lhe atenção e comprou a pulseira que entretanto havia sido amarrada ao seu pulso. Mas só depois de pagar 7€ pela …

Nuovi Amici

Imagem
Na sequência do post anterior, venho pois aprofundar a lista das coisas que nos traz o bom tempo.
Os concertos foram maus. Concentremo-nos nos novos amigos.
De seu nome Jacopo (yacoupou, na versão da Alana) passou a ser conhecido entre nós como Bob porque Jacopo é um nome feio. O Bob joga futebol num clube da série D e tem tatuado no braço o dia da sua estreia em campo, que foi contra o Totti (não sei como, porque da série A para a D ainda vai uma certa distância….). O Bob, apesar de ser italiano, quase não parece gay! Se não fosse aquele berloquezinho que ele tem enfiado no nariz, nem parecia italiano… Mas o interessante sobre Bob (além das coisas que ele sabe sobre o Duomo), é que ele vive em dois rectângulos de chão à porta do Barone! Ou pelo menos foi o que ele disse à Vanessa quando a acusou de ser uma imigrante bêbeda. De acordo com o Bob, nós não temos o direito de vir aqui a casa dele (os tais dois rectângulos de chão) e começar a dizer o que nos apetece em italiano, a língua …

Anita nos carrinhos de choque

Imagem
Aroma de Primavera, com pétalas de sol
Estrelas, nas noites em que o vento é ilusão
Dias azuis e saias amarelas
Lábios de melancia
Chinelos que ficam presos nos espaços do chão...

Saio à rua, respiro fundo, abro as janelas:
E vejo chegar o Verão!

Pois é, faz calor em Siena! E que sem fim de coisas traz o bom tempo! Traz novas colecções par as montras, traz promoções em que por um dia todos os soutiens custam 5€, traz concertos e traz novos amigos (tópico a ser abordado num próximo post).
Mas até agora, a grande surpresa que nos trouxe o cheirinho a Verão foi o Luna Parck! Não se deixem iludir pelo nome pois trata-se na verdade de uma “fêra”!!! Que boas recordações que eu tenho da “fêra”! Em Faro, a esmagar a Neuza no canguru, a ver a Bi a chorar no Crazy Dance, a comer farturas… em Lisboa, nos tempos áureos da Feira Popular, a andar de pónei e bater nas bolinhas daqueles carroceis que têm água. Aqui não há póneis, nem carroceis com água, e tão pouco há Crazy Dance ou Kanguru. É uma coisa pe…

Festa de Inauguração do Verão (ou então não)

Imagem
É fácil explicar as coisas inexplicáveis dizendo que não têm explicação. Mas como quem me conhece bem sabe, eu sou complicada ao cubo e não gosto de coisas fáceis. E uma vez que renego essa explicação básica, eis a hipótese que coloco: seremos masoquistas?

A Alana partiu para Londres por 10 dias, mas permaneceram as questões que ela levantou: “Why? Why do we keep doing this to ourselves???”

Sexta-feira à noite: grande festa de abertura do Verão na Essenza com inauguração da piscina!!! Relembre-se, porque eu parece que me havia esquecido, que da última vez que fomos à Essenza ficámos no recinto cerca de 6 minutos e meio e tivemos que pagar quase 30€ para um táxi nos trazer de volta.
Enfim, é festa de Verão, vamos todos, e pode ser que a música mude também seja melhor (bom, pelo menos pior sabemos que é impossível).
Além do mais, a Ana chegou directamente da queima de Coimbra a tempo de ir connosco para a festa (a interpretação do termo “festa” é subjectiva). E acontecimento dos acontecime…

Cap III - Um país pequenino chamado San Marino

Imagem
Se acham que Portugal é pequenino, é porque ainda não viram San Marino!

O céu amanheceu ensolarado e a Vanessa com ressaca e enjoos. Ninguém foi com ela ao pequeno-almoço. Em vez disso, acordámos no que pensávamos ser a hora limite para ir embora. Afinal não era, de modo que nos deu tempo para pequenalmoçar tranquilamente numa esplanada de praia. Eu, graças às minhas últimas experiênias de passagem de anos (viva Sagres!!) aconselhei a Vanessa a beber uma Coca-cola. Oque rapidamente sortiu efeitos positivos. Na praia havia pessoas de fato de banho e tudo como se fosse Verão!
Em San Marino o cenário era o oposto: chuva, vento e frio. Óptimas pizzas no entanto! E a cidade encantadora, pequenina nina nina nina mas majestosa no cimo das montanhas, olhando os montes, vendo o mar, ao longe...
É feita de pedra e ruas e vielas a subir, com lojas de óculos de sol e de souvenirs, de chocolates e vinhos, e mais lojas de óculso de sol!
A atracção principal (além dos óculos de sol e um quadro da Monali…

Cap. II - A-style

Imagem
Há imagens que as palavras não conseguem captar. Há emoções que o pensamento não consegue traduzir.
E depois há noites, que nem todos os dias juntos chegavam para explicar…

Riccione é uma espécie de Algarve do Norte de Itália. Espelha também o sul do Nordeste Brasileiro e Marbella ou as Canárias. Tudo depende do ponto de vista!
É assim uma fila de bares e discotecas à beira mar (Adriático) dum lado, hotéis, lojas e piscinas do outro.
O hotel estava por nossa conta e a festa começou cedo, logo no jantar, porque “l’acqua fa male e il vino fa scopare”. Depois a música passou para o corredor do terceiro piso e foi com toda a gente já bastante alegre que nos dirigimos, a pé, para a discoteca. Desta vez, ao contrário da viagem a Veneza (ver arquivo em caso de saudades), não ficámos uma hora trancada no autocarro à espera. E também desta vez, a discoteca era de facto uma discoteca!
Era o meu estilo, era o estilo da Alana e com certeza seria também o da Ana se ela lá estivesse (e é uma pena que n…

Cap. I - Urbino (onde está a casa Natal do Rafaello)

Imagem
Diz-se que nos menores frascos estão os melhores perfumes. Eu nunca simpatizei muito com essa metáfora. Mas devo dizer que de facto, por vezes, a beleza está mais nos detalhes e não tanto na grandeza. Mas devo acrescentar que, outras vezes, não…

Urbino é uma cidade pequenina. Á primeira vista parece quase igual a Siena: ruas apertadinhas a subir, casas com janelas verdes e paredes castanhas. Mas se olharmos com mais atenção, logo vemos que o castanho das casas de Urbaino tem um tom totalmente diferente do castanho das casas de Siena!
Em Urbino há a casa natal do Rafaello! Em Urbino há restaurantes onde o preço do menú sobe especialmente para os turistas. Em Urbino há uma geladaria onde os crepes são muito bons. E já mencionei que em Urbino há a casa natal do Rafaello?
O nosso passeio por Urbino foi feito em poucas horas, pelo chuva tocada a vento que nos penteava os cabelos, enquanto procurávamos um sitio para comer. Esse foi o objectivo que guiou toda a nossa passeata pela cidade! Or…

Por aqui...

Imagem
Por onde quer que vá, vejo jibóias que engoliram elefantes, não vejo chapéus. Vejo segredos num manto azul, não vejo explosões que viajam a anos-luz. Vejo pálpebras a relaxar, não vejo pessoas a dormir. Vejo gaitovas e vejo cangarejos. E por onde quer que vá, o meu estôgamo vai sempre comigo.

Por aqui, vejo os dias a passar como se fossem todos apanhar o comboio!
A propósito de transportes, é sempre bom partilhar com os meus leitores o sofrimento que vai ser apanhar o autocarro amanhã às 7.30 da matina! Urbino, Rimini e San Marino, cá vamos nós! À chuva, ao frio, com as discotecas ainda fechadas por não ser “época” e com 50 turcos que não conhecemos de lado nenhum… a viagem promete!
Sou eu a Vanessa e a Alana, mais a Júlia e a Matilde, e os “chicos” (e os 50 turcos e outros Erasmus de partes estranhas da Europa).
Depois quando voltar quem é que eu vou encontrar? Um brasileiro, uma portuguesa e uma outra que é os dois. Ou seja, papai, mamãe e mana. Quase todos os Erasmus passam por essa …