Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2011

Pai Natal particular

Imagem
Passou mais um Natal, agora as expectativas concentram-se no Reveillon, para o qual já tenho alistados, que nem bravos soldados, vestido vermelho e acessórios dourados. Cortesia de Prendas de Natal by my family. E este ano my family conseguiu algo inantingível desde que eu deixei de acreditar no Pai natal: “oferecer-me" uma surpresa. Algo que eu nao tivesse pedido, algo que eu nao tivesse mencionado que me dava jeito, algo que eu nao tivesse catalogado como vital para o seguimento da minha existência. Foi algo grande, literalmente. Algo que nao chegou nem na noite nem no dia de Natal, o que atiçou ainda mais o factor surpresa. Chegou às 9 da manha do dia 26:
-Filhinhaaa, acorda, acorda que temos aqui uma surpresa para ti!
- Huuumpf rrrshhh tuntzzz...
- Vá, anda, levanta-te.
- Nao, eu daqui nao saio.
- Váááá!
Eu nao insulto as maes dos outros, nao vou insultar a minha própria mae nao é... mas faltou pouco. Muito Pouco. Levantei-me a resmungar e com os olhos relutantes em abrirem-se. …

Barbie tu continuas única

Imagem
Como se as entradas surpresa para “O Lago dos Cisnes” nao fossem prova de amor suficiente, arrastei-o para a loja da Barbie. Ele estava radiante, como podem imaginar. Mas chegando lá, cadê a loja de Barbie? Primeiro pensei que me tivesse enganado de andar, porque o meu sentido de orientaçao é tao bom como o de um palmier de chocolate. Ou seja, nulo. Mas depois de andar às voltas e passar 3 vezes pelo mesmo sítio sem avistar uma única loja cor-de-rosa, concluímos que no lugar da Barbie se ergue agora a perfumaria Julia. Que é incapaz de prover presentes para meninas de 7 anos. Assim sendo, lá fui eu para a loja de brinquedos do bairro, em busca da Barbie perfeita. Esqueci-me porém, de um magnânime detalhe: todas as Barbies sao perfeitas! “Estas sao as fashionistas, pode-se mudar os bustos e vêm com roupas de moda, esta tem os caes para passear, esta tem o bebé, estas sao as mais recentes, sao personagens do filme da Barbie e aqui atrás tem mais!” – Mais? Ainda mais? Isso é ajuda qu…

"The only place you wanna be....

Imagem
... is underneath my christmas tree!"

Emigração:sim ou não?

De Triumph nada de nada

Imagem

Piadolas

http://www.youtube.com/watch?v=YgFAq46tKAI&feature=youtu.be

Saber rir de nós próprios é uma virtude. Rir dos outros é fácil e divertido. Rir de nós próprios é difícil e amarelo.
A questão neste vídeo porém, é de quem é que nos estamos a rir? Dos portugueses ou da ignorância geral dos americanos?
Eu, como boa portuguesa que sou, vou com a segunda opção. Porque conheço pessoalmente o desconhecimento norte-americano sobre o nosso pequeno Portugal. É que quando nós fomos a maior potência económica do mundo eles não existiam. São portanto uns novatos nisto da civilização.
Está bem, hoje são os maiores, mas daqui a 500 anos quem sabe?
É tudo uma questão de tempo. Um conflito de gerações. Como eu não saber usar a máquina de costura e a minha mãe conseguir fazer nela o que quer e o que eu quero. Mas quando tem de usar a máquina fotográfica é o Deus nos acuda e o onde é que está o zoom?
Há 5 anos e troca o passo, conheci em Itália um americano que nunca tinha ouvido falar de Portugal. Nunca. …

Nada a acrescentar.

Imagem
Real Madrid 1 - 3 F.C.Barcelona

O exame

“As acreditações só começam às 12.30”. Ainda faltava uma hora. Optámos por deambular pela zona Universitária a ao rumo do ar frio de Madrid, até encontrar um café. Estava toda a gente a tomar o pequeno-almoço. Normal. Às 11.30 da manha uma salada de queijo de cabra não é exatamente o que mais apetece. Mas teve que ser, considerando que a próxima ingestão de alimentos seria, na melhor das hipóteses, por volta das 7 da tarde. A cozinha lá fez o favor de abrir só para mim que, coitadinha, ia estar 5 horas fechada num exame.
Quando voltámos à escola diplomática já havia mais gente assomada aos portões, aproveitando os últimos minutos de sol que teria naquele dia, por sinal esplêndido. A esmagadora maioria eram raparigas. E notava-se que a espera não antecedia um casting de modelos, se é que me entendem. A imagem não é, definitivamente, um requisito para trabalhar nas Nações Unidas.
Cruzei o portão e avancei para o controlo de segurança, a multidão segiu no meu encalço. Ao que parece estav…

O lago dos cisnes

Quando um rapaz aficionado às corridas de fórmula 1, aos carros topo de gama e a sistemas e aplicações informáticas, nos surpreende com entradas para o Lago dos Cisnes, tem de ser amor.
Ele tateou a zona previamente. Perguntou se eu tinha segunda-feira à noite livre ou se queria ficar a estudar. Não, não queria ficar a estudar, sim, sim estava livre. Mas para quê?
Ah meu bem, isso ele não disse.
Surpresa!
Pensei logo num teatro ou num bailado, mas ele conseguiu despistar-me e convencer-me que íamos ver um espetáculo mágico com inspiração de sessões espiritas.
Não fomos. Graças a Deus.
Entrámos num teatro relativamente novo, com assentos no camarote para ver a primeira noite do Lago dos Cisnes by Ballet de Teatro Russo de Moscovo, com bailarinos chineses. É evidente que Companhia de ballet chinês não teria tido o sucesso de ocupação que a Russia aportou a esta primeira noite de show.
Mas assim que a cortina subiu e o bobo da corte começou a girar em pontas com a sua alongada mirada e reduz…

Pergunta número 1

Nunca fui de colossais nervosismos na hora dos testes ou exames. Tinha que os fazer sim ou sim, era uma etapa entendida como natural no processo educacional. Ia às aulas, prestava atenção ( quase sempre, outras vezes jogávamos ao stop ou ao galo) estudava e sentia-me preparada. Às vezes mais, como nas avaliações de inglês e português, devido ao meu bom relacionamento com idiomas, outras vezes menos, como nas perguntas com números ou todas as cadeiras da minha licenciatura em geral. A licenciatura de Ciências da Comunicação da Universidade Nova de Lisboa tem esta capacidade de nos fazer sentir sempre burros. Suponho que seja pela sua seleção de temáticas que não interessam nem ao menino Jesus, imagine-se a mim. Mesmo assim lá passei por esse calvário de exames de sistémicas, semióticas, sociologias filosóficas e textualidades pouco inteligíveis. Nunca tive uma negativa em todo o processo curricular.
Esta semana vou a Madrid fazer um exame que não vou passar. Um exame que me está a dar…

Era uma vez uma noite...

Imagem
Algodao doce na Oysho, barra livre de Malibu ananás na Mango, 20% de desconto na Blanco... nao, nao foi um sonho, foi a Barcelona Shopping Night. Uma noite que hoje aparece em todos os jornais e televisoes de Espanha, gloriosa.
Uma noite por ano em que todas as lojas do Passeig de Gracia sao Cinderelas e têm licença para abrir até à uma da manha. Esmeram-se nao só nos sapatos mas em divertidas surpresas e apetitosas promoçoes para os clientes. As lojas de luxo, snobs por natueza, fizeram de irmas más e recusaram-se a abrir as portas para um evento tao popularuxo. Azar o delas. O Passeig estava a bombar! As lojas tinham mais gente que nos primeiros dias de saldos (sim, era um bocadinho assustador) e as iluminaçoes de Natal brilhavam por primeira vez em forma de majestuosos chandeliers. Os Djs faziam de cada passo uma dança, fosse dentro das lojas ou no meio da rua, cortada ao trânsito e invadida pelos mais variados stands. Uma pessoa podia acabar com um pedaço de queijo da serra num…