Mensagens

A mostrar mensagens de Agosto, 2016

Episódios da vida real

Hoje vi uma cena intrigante. Ao voltar da praia, a poucos passos da porta do meu prédio, vi um rapaz a correr desenfreadamente pelo meio do Boulevard, perante o olhar espantado dos turistas sentados nas esplanadas. Na minha rua, Rambla de Catalunya, ou a parte boa das Ramblas como eu lhe costumo chamar, só há turistas. É um ponto central da cidade, cheio de lojas y restaurantes, sempre muito movimentado. Portanto, não é fácil correr desenfreadamente por ali porque há sempre alguém ou alguma coisa a atravessar-se pelo caminho. Acreditem em mim, que faço jogging pelo bairro e se não é um cão é uma bicicleta, ou um semáforo vermelho, ou um carro a estacionar, ou um carrinho de bebé, ou uma cadeira de esplanada, ou turistas indecisos sobre que caminho seguir ou, simplesmente, pessoas que não andam nem deixam andar e deviam ter uma faixa de passo de caracol só para elas. Mas o jovem lá ia, numa correria desesperada, muito provavelmente por estar a ser perseguido por um polícia que seguia…

1...

Estava aqui delirante com o primeiro ouro Olímpico do Brasil em futebol, estava aqui a vibrar com as ginastas espanholas e com o basquete que somou a medalha 17 para as terras dos Borbón, quando me lembrei de ir procurar quantas medalhas tinha ganho Portugal. Não vi  nada nas notícia, sim vivo em Espanha, mas eles também vão comentando os logros alheios e momentos marcantes das olimpíadas protagonizados por não espamhóis, principalmente nos últimos 10 segundos do apartado do desporto. Fui então à maior fonte de sabedoria que conheço: Google- medalhas Portugal jogos olímpicos – procurar... Resultados: Uma medalha de bronze. Total de medalhas: 1. Acabou-se o delírio. Foi um grande balde de água fria, gélida, dessa que se infiltra nos ossos e os faz estremecer. Tenho 3 amigos que ganharam medalhas olímpicas. Três. Portugal com os seus 11 milhões de pessoas não conseguiu produzir mais que um medalhista?! É certo que este ano fomos campeões da Europa em futebol pela primeira vez e q…

Bora lá Malta!

Imagem
Algures entre a África e a Sicília, há um país em forma de ilha, onde se fala árabe com nuances de italiano, e inglês com um sotaque que, de quando em quando, se revela indecifrável.   Guia-se pela direita e os transportes públicos não têm boa fama, facto do qual os taxistas se aproveitam de maneira garganeira. Malta é um país pequenino, ideal para estar à beira-mar, o que é praticamente o tempo todo. Desde a costa de Qawra até a ilha de Gozo, passando pela capital Valletta, o mar está sempre à vista dos olhos, mesmo para quem não vê bem sem óculos. É um sítio peculiar, com uma mistura de gentes que os torna muito heterogéneos, sem traços únicos característicos. Ao contrário de nós, que como toda a gente bem sabe, se somos portuguesas temos todas bigode. Ironias à parte, Malta tem várias atrações que valem a pena visitar, as minhas preferidas foram as belezas naturais: As Caves dos Piratas na ilha de Gozo,

A Azurre window, também na Ilha de Gozo, com uns penhascos deliciosos para su…